Você pode ouvir o orvalho cair.

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

And all the people of the lulled and dumbfound town are sleeping now.

Hush, the babies are sleeping, the farmers, the fishers, the tradesmen and pensioners, cobbler, schoolteacher, postman and publican, the undertaker and the fancy woman, drunkard, dressmaker, preacher, policeman, the webfoot cocklewomen and the tidy wives. Young girls lie bedded soft or glide in their dreams, with rings and trousseaux, bridesmaided by glow-worms down the aisles of the organplaying wood.

You can hear the dew falling, and the hushed town breathing.

Only your eyes are unclosed to see the black and folded town fast, and slow, asleep.

Este é o texto de uma das melhores propagandas de carros que eu já vi. Talvez porque eu seja um night driver nato, mas a descrição do texto do Dylan Thomas com a sensação das pistas vazias é surpreendente.

O trecho é do Under Milk Wood de 1954, uma narração onde o autor convida o público para escutar os sonhos e desejos dos habitantes da pequena cidade galesa imaginária chamada Llareggub (“Bugger All”, dos contra):

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

<p>Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.</p>