Tuitando e andando.

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

Perdi a sensibilidade do quarto superior externo do dedo indicador da mão direita ao carregar mais peso que deveria. Mas tá voltando. Fiz muitos amigos em três meses o que é um recorde histórico na minha vida. Começo a ficar de saco cheio. De novo. E isso é bad, bad thing. Quiçá novos ares? (Censor, avalie se posso publicar isso sem retaliação). Já programado no Orçamento Geral da União Pessoal: Jalapão, Chapada Diamantina, Rota do Ouro e Diamante (Estrada Real), San Pedro de Atacama, Lençóis Maranhenses, Jeri, serras gaúcha e catarinense. Tudo de carro, ok? Não esquecer: fabricar álbum impresso anual de fotogramas madcapianos; fabricar álbum ‘Dia de Circo’. Juntar dinheiro para comprar uma câmera que preste. Acho que trinquei uns ossos da mão. Não deixa de ser ‘calejamento’. A dor é psicológica. Final do mês bora prá Curitiba. Imitar é evoluir. O bom (mesmo) de Brasília é o que fica ao redor. Preciso de uns R$500.000,00 para comprar um apartamento mediano e usado no plano. Tchau.

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.