Terras Altas 2011 – Santiago

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

Santiago é uma cidade nervosa e envolvente. Os pedestres e ciclistas têm uma prioridade interessante nas vias, que por sua vez são autopistas expressas venais dentro do centro da cidade.

Ficamos dois dias no meio de uns protestos interessantes patagônicos contra a construção de uma barragem em um parque. Aliás, o chileno é um camarada meio europeu: reclama no ato, é briguento e não tolera um monte de coisas.

Os bairros são fotogênicos, talvez até mais clicáveis que Buenos Aires. As pessoas são mais fechadas e não muito favoráveis à poses.

Abaixo, um resumão de dois dias de perambulações urbanas:
































Mais sobre o autor

Ralph Spegel

Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.

0 comentários