Terras Altas 2011 – Rio Grande à Araranguá

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

A saída de Rio Grande poderia ser feita por dois caminhos: a rota tradicional por Pelotas e depois a BR-116, margeando por dentro a lagoa dos Patos ou então um caminho não muito usual, teoricamente mais lúdico, que basicamente era atravessar de balsa a entrada do molhe, chegar em São José do Norte e então rumar pela RST-101 / BR-101 até Osório, seguindo sempre pela banda direita da lagoa, teoricamente uma viagem mais interessante.

Resolvemos seguir pela balsa. O primeiro impecilho era, obviamente o horario de saída da desgraça: 07h da manhã. Mas não era só isso: a balsa tinha capacidade máxima de carros pequena, fazia o percurso uma única vez e tinha fila para atravessar. Então a recomendação era chegar mais cedo para pegar lugar na fila.

Lá fomos nós madrugar e seguir rumo a São José do Norte. O amanhecer gelado na balsa foi bonito, a luz demorou aparecer e as fotos granularam mas conseguiram se safar.

Um camioneiro alertou a gente: quase 30km de buraqueiras. Previsão acertada, buracos gigantes e estrada em estado deplorável.

E o visual, no final das contas não foi muito diferente do que teria sido pela BR-116.

Para descontar o trecho, resolvemos passear um pouco por Torres, uma das primeiras praias do Rio Grande do Sul e quase na fronteira com Santa Catarina.

A chegada da pernada era em Araranguá, Santa Catarina. Mais precisamente no Morro dos Conventos, uma praia cercada de dunas e falésias, parte da minha história de veraneio quando criança. Foi bom reencontrar a praia 20 anos depois, é como tudo mudou.























Mais sobre o autor

Ralph Spegel

<p>Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.</p>