A fila do correio

A fila do correio. Agradavelmente depressiva. O idoso que esquecera a razão de estar ali: resmungava baixinho, olhando contas e papéis e cartas e tudo mais que pudesse render razão para estar ali. Logo ao lado, a velha maluca. Velha e maluca. Com dois crucifixos enrolados em um barbante vagabundo de algodão. Gorro de lenhador.…

Lembrete para daqui a pouco

O fel desgraçado que ainda escorre no canto da minha boca serve como um sinal de que nunca me esqueça que o cinema, a fotografia e a música apenas retratam idéias maravilhosas irreais. A fotografia é um fiel retrato do impossível. Aquele roteiro melodramático do filme que passou na tarde friorenta de sábado é uma…

Rapidinhas, además.

Juntando tudo, dá um caldo; rapidinhas MadCap #339: /but does It float? Sempre que posso uso dithering Floyd-Steinberg. Faz bem e rejuvenesce. Quase uma onça troy de rapé sudanês por colhereta cheirada. “Todos são admitidos nas fábricas, exceto os dementes e loucos”. Meu defcit de atenção está chegando aos 14.533 pontos negociados na bolsa, atingindo…

O comentarista de blogs

Como seguir vivendo se todo momento é agora, se todo lugar é aqui, se todo pensamento é compartilhado, por mais insignificante que seja? (…) Eram apenas figurinhas num banco de dados dedicado a gerar receita com publicidade. Uma horda ávida por tagarelar sem ponderação alguma, emitindo opiniões compulsivas sobre qualquer coisa como se esse desespero…

A fotografia é arte?

Fotografar é colocar na mesma linha de mira a cabeça, o olho e o coração — Henri Cartier-Bresson Eu tento acompanhar a evolução digital fotográfica desde 1996, quando conheci a primeira câmera digital da Kodak, uma DC40 de 250kilopixels. Algo como ¼ megapixels, o que significa uma imagem de 756×504. Um equipamento de $999 que perdia…

Rapidinhas, rápidas e rasteiras.

Olha só como é o mundo dos carros 4×4: meu utilitário — fabricado e montado no Brasil — só consome peças originais japonesas. Não tem xixi-minha-nêga não: o mercado paralelo nem sequer sabe do que estamos falando. Então toda peça nova que preciso, lá vem aquela embalagem toda cheia de ideogramas e códigos de guerra…