Rareamento da informação.

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

Descobri uma coisa muito interessante: antigamente eu postava muita merda aqui no blog. Eram inserções diárias de falastranismos rôtos.

Quando aquela bostícula chamada Twitter apareceu, redirecionei micro-pensamentos não processados para aquele espaço. Os mais chinfrins. Nada pensado ou acurado, sem correção ou preocupação alguma com formas léxicas ou gramaticais. Mesmo porque uma tuitada é apenas um grito abafado na multidão que se deixa frenetizar.

Mas reconheço que algumas coisas postadas lá deveriam vir para cá. Um espaço mais autoritário e imperialista.

Campearei-os, limparei-os das bostas de passarinho e aqui serão redimensionados.

Simples como álgebra bilinear.

Ah, procure-me na passarinholândia pela alcunha de @rValentino.

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

<p>Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.</p>