Informe publicitário

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

Desisti da vida de freelancer. O esforço não vale mais a pena. O mercado de design e publicidade alternativo está muito sujo. Cheio de micreiros-stacattos cobrando menos que prostitutas de rua. E clientes que não entendem o mercado como arte criativa.

Não trabalho mais com criação, nem internet, nem nada. Acabou. Tenho um emprego e o tempo livre dele é para curtir a vida adoidado. Estudar, criar coisas sem fins lucrativos, escrever para blogs, dormir, vadiar, fotografar, gastar sola da bota em cachoeiras de águas transparentes.

Tudo isso sem clientes pressionando, sem o mundo esperando o milagre da recriação.

Como tudo na vida deve ser.

(Claro que sou deveras inconsistente e se você aparecer com uma proposta muito da cretina, envolvendo boa quantia de verba, pouca perspectiva e nenhum compromisso, serei todo seu. Mas não acredito que exista alguém com esse perfil.)

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.

0 comentários