Engodo

Curtir Aguarde... descurtir
 
0
trabalho_2.jpgA razão da fotografia é o engodo. A verdade fotográfica é a falácia da irrealidade composta em uma qualificação plana e destituída.

A razão da fotografia é a obliteração inversa da simplicidade momentãnea: quanto mais beleza incontida no retrato, maior a distorção vivencial de carga.

Fotografia é um monumento velhaco: uma estagnação de sonhos que lambreca com uma doçura quase difamatória o eterno tactear dos monumentais mesóginos que permeiam o bom entendimento.

Fotografia é arte desprezível, é sorte. Fotografia é a degradação do memento mori, é a banalização do momento tal.

Nada mais, nada menos.

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.