Como criar um blog de sucesso: segredos venais.

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

O que diferencia um blog de sucesso, hoje em dia, é o network social que o cerca. Antigamente um bom blog era composto por itens arcaicos e sem importância, como uma boa retórica, textos impecáveis, idéias sensacionais, comentários inteligentes que tornavam cada post um micro-cosmo de discussões infindáveis.

Isso é passado, meu amigo. Aquela coisa de que você precisava de um espaço para despejar todas as idéias da sua cabeça não existe mais. Você não poderá mais  matar tempo e trabalho, impressionar as gatinhas, mostrando como são fantásticas as suas idéias, inflar seu ego lendo as próprias pérolas webliterárias. A coisa mudou.

Hoje existem mais blogs que chineses. A coisa diluiu e todos foram tomar no twitter.

Por isso vou te ensinar a criar um blog nos moldes do comportamento e requinte atual, que geram pageranks, créditos no adSense, convites para eventos e memes culturais onde as mídias de guerrilha te veneram e a reputação com os reis da blogosfera é mantida em alta.

Primeiro passo: o nome

Um blog de sucesso tem que ter nome exótico. Nada de “Ramiro´s Blog” ou “Casa do Diônatas”. Nome de blog tem que ter apelo criativo: “Trolhando”, “Cascudo Peludo”, “Cagalhadas”, “Pegano-meu”, “Escafurdices”.

Segundo passo: o tema/layout/design/logomarca

Já ouviu falar de web 2.0? Então você sabe o que é aqua. Capriche em todas as imagens, com cantos arredondados, degradês e aquela meia-catarata branca arredondada nas imagens principais. É isso. Ah, invente uma logomarca engraçada.

Terceiro passo: recheando a lingüiça

Este é o segredo mais nefasto e guardado que todos os blogueiros de sucesso mantém à sete-chaves. O conteúdo — veja só a surpresa — não será gerado, e sim, adequado. Sabe aquela máxima “o segredo da criatividade está em saber esconder suas fontes”? Aqui entra a estratégia.

O conteúdo do seu blog tem de estar atualizado. Dez, quinze posts por dia. Não é brincadeira não, meu caro. O usuário hoje não tem tempo nem paciência para ler coisas inteligentes ou sofisticadas. Precisam de humor mastigado, fotos diretas e muita desgraça.

É ai que entra a sua rede de informações e alimentadores: adicione à sua passeada matinal, para colher bons posts, sites estrangeiros famosos. Vou sugerir alguns aqui, mas isso cada blogueiro constrói de acordo com seu gosto e linha de postagem, então você terá que garimpar e montar sua fonte diária de informações com experiência e paciência.

Grandes blogs geradores, como o fishki.net, blogdex, kro75 ziza.es, fail, dashi, ffffound, big picturewazoo e mais uma centena de sites parecidos são excelentes fontes de suprimento polinsaturados. Você vai ver, que no final das contas, as mesmas noticias circulam por eles, de formas e agenda settings diferentes.

Lembre-se que temas erotizados atuais são os que mais rendem visitas. Uma atriz vazou fotos sem querer do celular roubado? Trate de ser um dos primeiros a publicar. Peitchólas caídas da Angelita Jolly? Não tenha dúvidas em colocar. Os mais recatados utilizam estrelinhas nas zonas púberes e a putaria generalizada ao clicar em “Leia o resto do post”. É uma tática inteligente a se pensar.

Não seja preguiçoso: ache um post interessante e o traduza no próprio Google idiomas. O sistema é tão enjambrado que traduz de russo para português em uma gramática quase legível.

Caso queira jogar com montagens próprias: tirinhas são difíceis de manter a qualidade com o tempo. A jogada é trabalhar com balões de sacadas geniais em fotos constrangedoras.

Quarto passo: reputação.

Como nos jogos de máfia, bandidagem, rachas e GTA, você precisa conquistar reputação (ou karma). Para isso basta linkas blogs famosos que você apalpará as bolas escrotais. Crie categorias por ordem de importância: O classico é nomeá-las como: “Sempre”, para os seus ídolos, “às vezes”, para quem você gostaria de ver seu link lá no blogroll e por fim uma categoria de rebarba, que são os que babarão seu ovo mas que você os desprezará: “amigos”.

Tente, ao máximo, galgar um link no blogroll dos famosos. Isso aumentará assombrosamente sua reputação. Comente em todos os blogs. Deixe sua opinião de forma engraçada e inteligente. Seja divertido, não discorde. Assim o interesse natural do seu ídolo, por clicar no seu link será uma coisa menos artificial.

Quinto passo: dinheiro, sucesso, mulheres e convites.

Você ja está no caminho da fama, seu puto. Agora é administrar o tempo, aumentar a audiência e visualizar seu mundo crescer desenfreado no caminho dos tablóides de comunicação descartável. Lembre-se que você não terá fãs, isso é importante. Quem te ovaciona são seguidores. Fique um mês sem postar nada e terá de recomeçar do zero.

No seu píncaro de sucesso, empresas de marketing de guerrilha te procurarão para você escrever matérias pagas, patrocinarão viagens e te convidarão para festas de bebidas. Nunca recuse.

Mulheres? Você apenas terá vantagens em duas situações: MSN, adicionado diretamente do seuu blog e/ou festas patrocinadas por mecenas quaisquer. Será o único momento em que elas sorrirão quando escutarem: “Prazer, Sou o Ramirez do Cascudo Peludo .”

divisor

Lembre-se que os melhores blogs, aqueles que possuem posts inteligentes, artes originais e um séquito de seguidores, fãs e leitores incondicionais são os mais obscuros e difíceis de achar.

Talvez justamente pelo fato de que blogueiros natos não precisem de audiência, apenas de espaço.

Vai saber.

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

<p>Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.</p>

0 comentários

  1. Eu nunca quis fama, dinheiro, glamour ou qualquer coisa assim estou nessa de blogar já faz 7anos a ainda estou blogando e andando… sempre aprendendo alguma coisa nova ou desviando de alguma coisa que a vida me atira… ou seja lá o que quer que eu tenha tido a intenção de passar… entende? Meu blogue… assim como a minha cabeça, é uma cacofonia desorganizada de pensamentos desconexos… ou algo do gênero…