Carta para pôr fim em relacionamento

Curtir Aguarde... descurtir
 
0

Dias atrás prometi que ajudaria aos 203 visitantes ocasionais que o Google despeja aqui no Blog a escrever “cartas de final de relacionamento”.

Não vou mais.

Não estamos mais no século XVIII, onde cartas lambrecadas à sinete faziam as vezes presenciais. Hoje em dia um relacionamento é bem mais dinâmico do que palavras escritas, meu caro. Precisa do charme do contato, da discussão cara-a-cara. Dos gritos, do chiliquinho.

Esse é o charme de um final de relacionamento!

A briga, o tapão na cara. A unhada no braço. O carro em disparada, rua abaixo. O “Eu te odeio!” grunhido por entre os dentes. A foto rasgada com uma ferocidade pecaminosa.

Final de relacionamento é a perfeita arte do fechamento do ciclo. A linha de corte do amor e da paixão. E não me venha dizer que pode existir uma amizade ou carinho depois. Isso é coisa de quem não tem maturidade.

Manutenção mensal? Fraqueza.

Trocar pneu em dia de chuva, para ela? Fraqueza.

Atender telefonema meloso em madrugada fria? Fraqueza.

PORQUE NÃO AJUDAR
Quem procura uma carta de final de relacionamento não tem discernimento do que escrever. Não deve nem saber porque está terminando, e o pior, não tem culhões para uma peleia passional. Postar uma bela carta aqui seria afundar no lodo mais ainda o vivente. O destinatário saberia dessa incapacidade e o atestaria da mais vil e insossa incopetência.

Conheci apenas uma carta muito bem escrita, por George Gordon Byron, datada de agosto de 1812, para meter fim em relacionamento com uma luva de pelica. Como ele era um notório putanheiro, não se sentiu bem em manter um relacionamento.

Culpou a sogra, é claro.

Agosto de 1812

Minha queridíssima Caroline.

Se lágrimas, as quais você viu e sabe que eu não estou apto a derramar, se a agitação na qual eu me separei de você, agitação esta que você deve ter percebido durante todo nosso nervoso caso de amor, não começou até que o momento de deixá-la se aproximou, se tudo o que eu tenho dito e feito e ainda estou muito pronto a dizer e fazer, não foi suficiente prova que meus reais sentimentos são e devem ser sempre para você, meu amor, eu não tenho nenhuma outra prova para oferecer.

Deus sabe que eu desejo você feliz e quando eu terminar meu relacionamento com você, ou melhor, quando você tomada de um senso de dever para com seu marido e sua mãe me abandonar, você reconhecerá a verdade daquilo que eu novamente prometo e juro: que nenhuma outra em palavra ou ação jamais tomará o seu lugar em minha afeição, que é e será mais sagrada para você até que eu não seja nada.

Eu nunca soube até aquele momento a loucura de – minha querida e mais amada amiga – eu não posso me expressar – este não é o momento para palavras – mas eu terei um orgulho, um prazer melancólico ao sofrer, o que você mesma pode quase conceber – pois você não me conhece, eu estou quase indo com com o coração pesado porque minha presença nesta noite deterá qualquer estória absurda que os acontecimentos de hoje poderiam ter levantado – você pensa agora que eu sou frio, severo e astuto – mesmo outros pensaram assim, mesmo sua mãe pensará – aquela mãe a quem devemos de fato muito sacrifício, mas muito mais de minha parte, do que ela jamais saberá ou possa imaginar.

“Promessas de não amá-la” . A! Caroline, são promessas do passado – mas atribua todas as concessões ao motivo adequado. E nunca pare de sentir tudo o que você já presenciou – e mais do que possa algum dia ser conhecido somente pelo meu próprio coração, talvez pelo seu . Possa Deus proteger, perdoar e abençoar vocês sempre e para todo o sempre.

Seu mais apaixonado
Byron

PS. Estas reprovações que dirigiram você para isto – minha queridíssima Caroline – foram não somente para sua mãe e a bondade de todas as suas relações. Existe qualquer coisa no céu ou na terra que me faria tão feliz como tê-la feito minha há algum tempo atrás? Não menos agora do que então. Mas mais do que sempre neste momento você sabe que eu com prazer desistiria de tudo aqui e tudo além do túmulo por você – e abstendo-me disto – devem meus motivos serem mal-entendidos?

Eu não me importo quem sabe disto e que uso é feito disto – é a você somente que eles devem, eu fui e sou seu livremente e completamente para obedecer, honrar, amar – e voar com você quando, onde e como você mesma poderia e pode determinar.

Entendeu como funciona? Você precisa ser muito, mas muito bom mesmo, para terminar um relacionamento apenas com uma carta. Precisa parecer muito mais honesto do que é, mais deprê do que aparenta e o pior, aplicar a delicadeza sensata que jamais se monstrou até então.

A revista VIP publicou uma matéria muito boa com um guia completo para meter fim em relacionamento. Muito bom, vale a pena ler.

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

<p>Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.</p>

0 comentários

  1. Esta carta realmente não me deixa duvida de que quem a escreveu é um verdadeiro sabio,continue colocando outras cartas maravilhosas para que possamos clarear nossas ideias.

  2. nossa muito bom em gostei de ver
    e isso ai se comecou cara-a-cara porque nao terminar cara-a-cara…quem manda carta nao e homen ou mulher suficiente pra dizer nao te quero mais…na hora em que fazemos aniversario ou data especial ninguem manda carta flores bilhetes mais na hora de dize adusinho tem que ser por carta

    se e homen ou mulher pra comecar seja pra terminar…..

    beijos

  3. Não achei nada de espetacular nesta carta, principalmente nas besteiras que vc esreveu antes e depois dela… os motivos que nos leva a procurar por esse tipo de carta não lhe dis respeito, agora se com toda ironia e grosseria vc acha que ajudou está no site errado! Vai procurar o que fazer meu filho quando quisermos nos confessar procuramos um PADRE!

  4. Ana, primeiramente, só para constar: você é uma persona non grata neste site. Este site é meu, aqui é uma ditadura ferrenha e eu escrevo o que eu quiser. Se você acredita em padres, se fodeu. Eles não vão te ajudar. E some daqui.

  5. é muito bom sabermos os pessamentos de todos, por isso gostei dessa carta………………..
    gosto de ser coisas diferente aprendemos muito com a experiencias das pessoas !!!!!!!!!!!!!!!!!!
    bom em fim esta otima……..

  6. kkkkkkkkkkkkk,
    entrei aki nao sei como e nem mto bem o pq, mas posso lhe dizer q me encantei tanto com suas palavras que sequer consegui valorizar a carta, claro q é nitido o quao bem escrita ela é, mas melhor que ela sao suas palavras, sua forma direta e ardua de se pronunciar, gostei tanto q me permiti ate mesmo procurar um link p enviar tal comentario e chegando me deparo com outros comentarios e mais uma vez me divirto, pois é ridiculo ver q uma pessoa tem a descaradez de entrar em sua pag, ou seja, SUA PAGINA, para simplesmente lhe agredir, kkkkkkkkk, isso é humanamente desastroso, visto q, se a pag é sua vc escreve oq bem entende, alem disso, nao é problema seu a falta de competencia alheia em redigir uma carta e pior ainda qdo se trata de uma carta de fim de relacionamento, affffffffff, ate parece q todos terminam pelos mesmo motivos, e pra piorar o contexto ainda envolve o padre e nao sabe escrever portugues corretamente, enfim, so entrei p elogiar sua escrita e lhe dizer p continuar, saiba q ganhou uma admiradora do seu texto e uma incentivadora das suas idéias, pois se realmete conseguissemos banir da sociedade pessoas CTRL C CTRL V, talvez tivessemos pessoas mais interessantes p nos relacionar, simplesmente PARABENS. um beeeeeeeeeeeeijo. Rose

  7. gostei isso me fez refletir mais como escrever uma carta de fim de relacionamento com o meu ex namorado eu acho q ele entendeu qual foi o motivo pra mim ter terminado com uma carta e naum cara a cara adorei muito espero q vcs façam mais cartas assim adorei!!!!
    bjs karol

  8. Suas palavras são poderosas e realisticas.. Quanto a carta, serve como uma experiência compartilhada, até pq cartas não se copia, precisa ser escrita com seus sentimentos. Sem isso, não somos nada.

  9. ahh. a carta é muito bem escrita, mas nao concordo, com alguns que , quem termina um relacionamento por carta nao tem coragem de dizer cara a cara.mas e se a pessoa gosta muito e esta apaixonada, mas é um amor que naõ vai dar certo. ai fica muito dificil dizer frente a frente..por isso a opção da escrita, é uma forma de defesa do ser humano.fica menos sofrido para quem esta escrevendo.

  10. meu namorado ñ da bola pra mim,eu estou com ele há 5 anos e no começo é mil maravilhas mas depois de 2 anos pra cá ele se ocupa muito no serviço e me esqueci,ja tentei larga mas sempre volto com ele.quero escrever uma carta de termino de namoro pra ele vc pode me ajudar?

  11. muito legal…sempre é bom pegar uma dica na internet e nunca copiar o que está escrito nela..pq tem que ser escrito com o “coração”,não com palavras de escritores maravilhosos…

  12. Pedir ajuda para escrever uma carta de término de relacionamento seria o mesmo que pedir ajuda para escrever um bilhete de suicídio.. Ninguém termina pelo mesmo motivo, logo não existem palavras certas, até pq quem quer terminar não precisa escolher frases, simplesmente termina, quem quer ir embora não avisa, vira as costas e vai. Não é cobrança de SPC pra vc comunicar com escrita, isso é coisa de quem quer ficar mas precisa ser adulado, informar primeiro, esperar uma atitude da outra pessoa e se nada acontecer ai vc vai embora, fala sério, ficar na inércia esperando alguém decidir a vida, ou melhor a sua vida, é amarrar as cordas no próprio punho, e esperar ser conduzido a marionete..
    Muito bem empregado cada palavra sua, achei até que fostes bem delicado, eu teria talvez sido bem mais ríspida. Rs Abçs