Caiu

É noite fria. Como uma garoa de noite qualquer, que sorrateira vem, e no prazer de ver o pequenino fogo murmurar centelhas esfumaçadas, lacrimeja o mundo que a viu.

É noite fria, solidão descarada.

Perdas sensíveis, o carinho carcomendo a vida e o sorriso de um medo que apenas o contempla mansamente. Novamente a história da fogueira que sucumbe à fina garoa.

Nem era fogueira. Nem era garoa de noite qualquer.

Apenas um soluço esparso e uma dor de coração aflito.

Mais sobre o autor

Ralph Spegel

<p>Forte, estatura heróide, pálido de argila, barba inteira, rente, pontiaguda, vestindo corretamente, parecia à primeira vista uma dessas nulidades elegantes, a que a natureza, satisfeita por masculinizar-lhes o aspecto heróico, regateia lugar no espaço. Bastava porém, reparar na flexão das suas sombrancelhas espessas, na expressão imperativa do seu olhar, para descobrir dentro dessa míngua orgânica, um caráter em carne viva.</p>