Superpoderes inúteis.

Sempre achei que esse papo de poder voar, ter supervelocidade ou superforça, visão de raio X e outros badulaques dos heróis de quadrinhos era uma balela sem tamanho. Desde criança eu confrontava essas blasfêmias alucinadas com a realidade das leis da física e ficava puto com a audácia de insistir no mesmo dogma sem fundamento.…

Mande notícias, crápula.

Parabéns dono do blog. Um mês sem postar. O tempo, aqui, é uma abstração da realidade. E por isso mesmo é uma grandeza subjetiva e sujeita a variações que podem ser levadas para o universo individual, tomadas como parte de um todo. Apesar de individualizada, a parte ainda interage com o todo, de sua forma…