Mais dos mesmos.

Rotina safada de escritorio londrino tem seu charme. Sempre tem um vivente que se levanta, meio em horário errante e passa mesa-a-mesa perguntando se quereriam chá. Ele pega a canecaiada dos colaboradores e provisiona a bebida dos campeões a todos. Até agora a impressão que tenho é que esse gesto é apenas bondade desinteressada. Ou…

O trabalho danifica o hombre.

Bom, acho que nunca falei aqui sobre trabalho, mesmo porque uma coisa não tem nada a ver com a outra. Mas como entramos na nova fase do diário chocarreiro bretão, tenho escusa de consciência para relatar ao fronte quaisquer novas experiências obtidas. Comecei a trabalhar em uma empresa gigantesca, que tem mais de 100 anos…

Pensando bem.

Esse macaco é do Zoo de Santiago. Uma das fotos mais significativas que já tirei. Tem um ar blasé incrível, quase como ignorando o mundo em volta. Ganhou balão de mangá e aditivou a voz dos oprimidos. O que está escrito ali? Nem eu sei.

Guy Fawkes

Essa foto é de um dos petardos que aconteceu na celebração inglesa chamada Guy Fawkes, dia 5 de novembro. A comemoração é gigantesca, poderia dizer até mais intensa e cheia de gente do que o ano novo. Os parques estavam lotados, prefeituras contrataram os maiores fogueteiros do mundo, alguns premiados e, com shows de luzes e…

Cambridge, curiosidades e as noturnas afamadas.

A seção diarinho nunca me apeteceu e o comensal deste periódico tenta, mas em vã efetiva, presentear os incautos leitores com devaneios e vivicentices além-mar. Vejam que as maiores mentiras que escutei no Brasil sobre o velho mundo estão caindo, uma após a outra. Não sei se era uma tentativa de me segurar em terras…